• Jesus é o Senhor!

    A Igreja é o Corpo de Cristo

    O justo viverá pela fé

  • Artigos

    Uma Grande Alegria

    O Senhor Jesus ama a humanidade. Motivado por esse amor, Ele procura o homem com a mesma determinação da mulher que procura o filho que se perde na multidão. Quando Filipe desceu à cidade de Samaria, era o próprio Cristo que se movia nele em direção ao homem: "Mas os que andavam dispersos iam por toda a parte, anunciando a palavra. E, descendo Filipe à cidade de Samaria lhes pregava a Cristo" (Atos 8:4-5).
    Os moradores de Samaria viviam alheios, distantes; eram desprezados e ignorados pelo restante das cidades e dos povoados vizinhos, mas para Cristo aquela cidade tinha garade importância, cuja dimensão só pode ser avaliada pelo fato de Ele mesmo buscar ali Seus escolhidos (João 4).
    Há ocasiões em que, ao olhar para a condição das pessoas, não sabemos do que elas realmente precisam, ainda que o pensamento humano dispare na frende já em busca de uma solução. Quase sempre nossa atitude é satisfazer materialmente e fisicamente a carência dos outros. Filipe, o evangelista, por ser espiritual e sábio, observou que os samaritanos tinham necessidades mais profundas e, assim, não se deixou iliduir pelas possíveis privações materias e sociais que eles enfrentavam e ofereceu exatamente aquilo que a alma humana em verdade anela e que a satisfaz plenamente. Cristo foi o que Filipe apresentou.
    Depois que Cristo foi anunciado, vemos, na passagem bíblica, que houve grande alegria: "E as multidões unanimemente prestavam atenção ao que Filipe dizia, porque ouviam e viam os sinais que ele fazia; Pois que os espíritos imundos saíam de muitos que os tinham, clamando em alta voz; e muitos paralíticos e coxos eram curados. E havia grande alegria naquela cidade" (Atos 8:6-8).
    Sempre que as pessoas recebem Cristo, o resultado imediato é regozijo - e não poderia ser diferente; afinal de contas, o homem encontrou o que, sem saber, procurava. Alegria é fruto do encontro do Criador com a criatura; é o resultado de o homem receber Cristo dentro de si. Não estamos falando da alegria proveniente de ganhar uma grande soma de dinheiro, obter um título acadêmico, fazer uma viagem ou beber o "vinho" que o mundo oferece. Toda alegria que não tem Cristo como base oscila segundo as circunstâncias. A alegria que experimentamos do Senhor não é uma sensação transitória, mas uma Pessoa. A alegria verdadeira é o próprio Cristo que foi anunciado como boa-nova e recebido pelo homem.
    Se você ainda não teve essa experiência, o que o impede de tê-la agora? Lembre-se: o Senhor Jesus é acessível; basta invocar Seu nome: " Ó Senhor Jesus!", e Ele infundirá em você a verdadeira alegria que todos buscam.
    "Alegrai-vos sempre no Senhor; outra vez digo, alegrai-vos" (Felipenses 4:4)


    Autor: Igreja em Caçapava