• Jesus é o Senhor!

    A Igreja é o Corpo de Cristo

    O justo viverá pela fé

  • Artigos

    Beneficios de invocar o nome do Senhor Jesus

    Invocar o Senhor Resulta em Salvação
    1 – “Se, com a tua boca, confessares Jesus como Senhor e, em teu coração, creres que Deus o ressuscitou dentre os mortos, serás salvo. Porque com o coração se crê para justiça e com a boca se confessa a respeito da salvação (...) Porque: Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo” (Romanos 10:9,10,13).
    O apóstolo Paulo diz que com o coração “se crê para justiça”. “Para” é uma preposição grega que, em muitas ocasiões, significa “resulta em”. Portanto, o resultado de crer com o coração é a justificação, enquanto o resultado de confessar com a boca é a salvação. Se quisermos ser justificados, isto é, ter a justiça de Deus, devemos crer no Senhor Jesus. Se quisermos ser salvos, precisamos confessar o Senhor Jesus, isto é, invoca-lo.
    2 – “Tomarei o cálice da salvação e invocarei o nome do Senhor” (Salmo 116:13).
    A fim de tomar o cálice da salvação, isto é, de participar da salvação do Senhor, precisamos invocar Seu nome. Isaías 12:2-6 diz-nos que o Senhor é a nossa salvação, é a nossa força e o nosso cântico, e que com alegria podemos tirar águas das fontes da Sua salvação. A maneira de tirar águas das fontes da salvação do Senhor, isto é, de desfrutar o Senhor como nossa salvação, é louva-lo, invocar Seu nome, cantar a Ele e até mesmo clamar e gritar. Em Isaías 55:1-6 encontramos o chamado maravilhoso de Deus ao povo. Ele chama os sedentos às águas para desfrutarem das riquezas da provisão do Senhor e deleitarem-se em Sua abundância. A maneira de fazer isso é buscar o Senhor e “invoca-lo enquanto Ele está perto”.
    Invocar nos Preenche Interiormente
    “Abre bem a tua boca, e ta encherei” (Salmo 81:10). Em Romanos 9:21, 23, é-nos dito que sob a eleição de Deus, nós, os chamados, foram feitos vasos de misericórdia para honra e glória. Entretanto, ainda devemos perceber que tais vasos (como um vaso de flores) são vazios em si mesmos. Vasos precisam de conteúdo. Embora Romanos 9 nos diga que somos vasos, não nos dá a maneira de ser enchidos. É maravilhoso ser um vaso de misericórdia para honra e glória, mas é deplorável estar vazio. Precisamos ser enchidos. A maneira de ser enchido é encontrada em Romanos 10. Todo vaso, tem uma boca, uma abertura. Se não tiver boca, não é um vaso. Nós somos vasos, e como vasos temos uma abertura: a boca. Você sabe por que tem uma boca? Você foi feito com uma boca para que se possa ser enchido com as riquezas de Cristo. A nossa boca foi feita para invocar o nome do Senhor Jesus. Como vasos vazios com uma boca, devemos abri-la bem a fim de sermos enchidos com as riquezas do Senhor.
    Invocar traz-nos as Riquezas de Cristo
    “Pois não há distinção entre judeu e grego, uma vez que o mesmo é o Senhor de todos, rico para com todos os que o invocam” (Romanos 10:12).
    Para sermos salvos precisamos invocar o nome do Senhor. Entretanto, invocar Seu nome não é somente para a salvação; é também a maneira pela qual recebemos as riquezas de Cristo. O Senhor é rico para com todos os que O invocam. Quando invocamos, participamos e desfrutamos de Suas riquezas. O Senhor é tão rico! Portanto, não fique calado; abra a boca e invoque-O para participar e desfrutar as riquezas de Cristo. Se abrir bem a boca e invocar o Senhor, as riquezas da Divindade serão sua porção.
    Invocar o Senhor Traz-nos Sua Presença
    “Perto está o Senhor de todos os que o invocam” (Salmo 145:18).
    A Bíblia revela claramente que invocar o Senhor é a maneira de participar do Senhor e desfruta-lo. Deuteronômio 4:7 diz que o Senhor é chegado a nós todas as vezes que O invocamos
    Invocar o Nome do Senhor Salva-nos nas Tribulações
    “Da mais profunda cova, Senhor, invoquei o teu nome”. (Lm 3:55).
    Jeremias experimentou isso quando, da mais profunda cova, invocou o Senhor. Sempre que estivermos em um “calabouço” ou cova espiritual, sob opressão, podemos invocar o Senhor, expirando o peso, e assim seremos libertados da mais profunda cova. Esse tipo de invocar não somente nos capacita a expirar as coisas negativas do nosso interior, como também a inspirar o próprio Senhor com todas as Suas riquezas como nossa força, nosso desfrute, conforto e descanso. Os Salmos 18:6 e 118:5 dizem que Davi invocou o Senhor em sua angústia. O Senhor pede-nos que O invoquemos no dia da angústia.


    Autor: Igreja em Caçapava