• Jesus é o Senhor!

    A Igreja é o Corpo de Cristo

    O justo viverá pela fé

  • Artigos

    Invocar o nome do Senhor Jesus

    Nesse estudo Bíblico você vai experimentar a realidade de um nome vivo. O que é invocar? A palavra hebraica usada para invocar significa: “bradar, clamar, gritar”. Em grego, a palavra invocar refere-se a "invocar uma pessoa", "chamar uma pessoa pelo nome". E por que invocar apenas o nome do Senhor? O salmista no Salmo 8:1 nos mostra que esse nome é magnífico em toda terra, e em Atos 4:12 diz "E em nenhum outro há salvação, porque também debaixo do céu nenhum outro nome há, dado entre os homens, pelo qual devamos ser salvos". Vemos que não há outro nome na face da terra, no qual podemos encontrar salvação.
    Invocar o nome do Senhor indica que o homem é frágil e que precisa de Deus para viver. A prática de invocar o nome do Senhor começou com Enos em Gênesis 4:26: “ASete nasceu-lhe também um filho, ao qual pôs o nome de Enos; daí se começou a invocar o nome do Senhor”. E no Velho Testamento podemos citar ainda:
    Abraão - "E moveu-se dali para a montanha do lado oriental de Betel, e armou a sua tenda, tendo Betel ao ocidente, e Ai ao oriente; e edificou ali um altar ao Senhor, e invocou o nome do Senhor" (Gn 12:8).
    Isaque - "Então edificou ali um altar, e invocou o nome do SENHOR, e armou ali a sua tenda; e os servos de Isaque cavaram ali um poço" (Gn 26:25).
    Moisés - "Pois, que nação há tão grande, que tenha deuses tão chegados como o SENHOR nosso Deus, todas as vezes que o invocamos?" (Dt 4:7).
    Jó - "Eu sou motivo de riso para os meus amigos; eu, que invoco a Deus, e ele me responde; o justo e perfeito serve de zombaria" (Jó 12:4).
    Jabez - "Porque Jabez invocou o Deus de Israel, dizendo: Se me abençoares muitíssimo, e meus termos ampliares, e a tua mão for comigo, e fizeres que do mal não seja afligido! E Deus lhe concedeu o que lhe tinha pedido" (1 Cr 4: 10).
    Samuel - "Então invocou Samuel ao Senhor, e o Senhor deu trovões e chuva naquele dia; por isso todo o povo temeu sobremaneira ao Senhor e a Samuel" (1 Sm 12:18).
    Davi - "O Senhor, digno de louvor, invocarei, e de meus inimigos ficarei livre" (2 Sm 22:4).
    Elias - "Então invocai o nome do vosso deus, e eu invocarei o nome do Senhor; e há de ser que o deus que responder por meio de fogo esse será Deus. E todo o povo respondeu, dizendo: É boa esta palavra" (1 Rs 18:24).
    Jeremias - "Invoquei o teu nome, SENHOR, desde a mais profunda masmorra" (Lm 3:55).
    Eles não apenas invocavam o nome do Senhor como também, profetizaram que outros invocariam, como foi o caso do profeta Joel (Jl 2:32), que teve sua profecia cumprida no dia de Pentecostes, "E acontecerá que todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo" (At 2:21).
    Essa prática de invocar o nome do Senhor continua ao longo de toda a Bíblia. No Novo Testamento, essa prática começa justamente no dia de Pentecostes. Estevão invocava o nome do Senhor e mesmo ao ser apedrejado, ele ainda invocava, chamava pelo Senhor (At 7:59). Os crentes naquela época eram conhecidos por tal prática e por invocarem eram perseguidos: "E aqui tem poder dos principais dos sacerdotes para prender a todos os que invocam o teu nome" (At 9:14). O Invocar o nome do Senhor nos distingue de outras pessoas. Em outras palavras todo cristão deve ser identificado pelo invocar. O apóstolo Paulo escreve em Romanos 10:12-13, que "Porquanto não há diferença entre judeu e grego; porque um mesmo é o Senhor de todos, rico para com todos os que o invocam. Porque todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo", em 1 Coríntios 1:2 ele escreve para um grupo de pessoas, que são diferenciadas por invocar o nome do Senhor: "A igreja de Deus que está em Corinto, aos santificados em Cristo Jesus, chamados santos, com todos os que em todo o lugar invocam o nome de nosso Senhor Jesus Cristo, Senhor deles e nosso". Graças ao Senhor. Ainda hoje podemos e devemos ter tal prática. Infelizmente, muitos cristãos ainda hoje negligenciam tal prática e alguns nunca ouviram falar de tão grande preciosidade.
    Como devemos invocar?
    Ao chamar uma pessoa, fazemos isso audivelmente. Chamar pelo Senhor não é apenas uma oração como muitos cristãos confundem, mas é também chamar audivelmente por uma pessoa maravilhosa e cheia de vida. E ao fazermos isso, o próprio Deus se achega a nós. Em Atos 7:59 podemos ver o exemplo de Estêvão que invocava: "Senhor Jesus!" e dizia "recebe o meu espírito", essa é a maneira mais prática de chamá-Lo. Ao chamar por uma pessoa devemos chamá-la pelo nome. Jesus é o nome do Senhor. Por isso dizemos Senhor Jesus. Em 1 Coríntios 12:3 testificamos isso.
    Por que devemos invocar?
    Em primeiro lugar o nome do Senhor nos salva (Rm 10:13). Essa salvação, não é apenas no dia que O aceitamos como Senhor e Salvador da nossa vida, porém é uma salvação diária. É apenas nesse nome que podemos encontrar tal salvação (At 4:12). Em Lamentações 3:55 vemos o clamor de Jeremias ao passar por tribulações, da mais profunda cova ele invocava o Senhor. Não importa qual seja a nossa situação hoje, ao invocarmos o Senhor, Ele ouve a nossa voz (Sl 18:6) e vem nos socorrer.
    Invocar o nome do Senhor nos traz a Sua própria presença, como mostra o Salmo 145:18, "Perto está o Senhor de todos os que O invocam". Aleluia! Quanta riqueza há no invocar o nome do Senhor. Além de nos salvar, nos livrar de angústias, nos socorrer nas provações e nos trazer Sua própria presença, invocar nos preenche interiormente, "Eu sou o SENHOR teu Deus, que te tirei da terra do Egito; abre bem a tua boca, e ta encherei" (Sl 81:10), nos leva a experimentar Sua bondade e misericórdia, "Pois tu, Senhor, és bom, e pronto a perdoar, e abundante em benignidade para todos os que te invocam" (Sl 86:5).
    Invocar também é a maneira mais fácil de desfrutarmos das riquezas de Deus (Rm 10:12), pois ao invocarmos, somos despertados (Is 64:7) e o Espírito Santo é acrescentado a nós (At 2:17a, 21). Louvado seja o Senhor, pois Ele ouve nossa voz. Devemos buscá-Lo enquanto Ele está perto (Is 55:6).
    Invocar não é uma doutrina, mas é algo muito prático. É uma respiração espiritual. Se pararmos de respirar morreremos. O invocar mantém nosso espírito sempre vivo. Em qualquer lugar, a qualquer hora e em qualquer situação podemos invocar nome o Senhor. Essa prática deve ser diária e a toda hora. Vamos praticar agora mesmo: Ó Senhor Jesus! Ó Senhor Jesus!


    Autor: Igreja em Caçapava